Novo Coronavírus

São Paulo Funcionários do Metrô e trens de SP serão vacinados a partir de maio

Funcionários do Metrô e trens de SP serão vacinados a partir de maio

Cerca de 9.500 funcionários, incluindo os terceirizados, devem ser imunizados. Categoria está entre as prioridades desde janeiro

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Grupo de funcionários lida com estrutura onde passam quatro milhões de pessoas por dia

Grupo de funcionários lida com estrutura onde passam quatro milhões de pessoas por dia

Amanda Perobelli/Reuters - 04.03.2021

O governo do estado de São Paulo anunciou que operadores de trem e funcionários da bilheteria, manutenção, segurança e limpeza de estações, serão vacinados contra a covid-19 a partir do dia 11 de maio nas cidades paulistas. Desde janeiro, a categoria está entre os grupos prioritários do PNI (Plano Nacional de Imunização) contra a doença. 

De acordo com a STM (Secretaria de Transportes Metropolitanos), quase 9.500 trabalhadores do ramo de transportes metropolitanos, que estão em contato direto com mais de 4 milhões de usuários todos os dias, devem ser imunizados. A vacinação abrange os operadores de trem de todas as idades.

Para aqueles quetrabalham em outras áreas nas estações, a idade limite será de 47 anos ou mais. Os funcionários tercerizados de segurança e limpeza também estão incluídos no plano de vacinação.

Estão vinculadas à STM a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o Metrô (Companhia do Metropolitano de São Paulo).

Os profissionais do setor de transportes foram incluídos no grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19. Segundo nota do Ministério da Infraestrutura, entram nesta categoria trabalhadores em transportes terrestres, aéreo, ferroviário e aquaviário.

Também estão no grupo caminhoneiros, trabalhadores em portos, empregados de companhias aéreas, funcionários de empresas de trens e ferrovias e motoristas e cobradores de ônibus tanto metropolitanos quanto intermunicipais e interestaduais.

Últimas