São Paulo Fundação Casa deve voltar com visitas a partir da próxima semana

Fundação Casa deve voltar com visitas a partir da próxima semana

Adolescentes em internação poderão receber apenas um membro da família por visita, seguindo protocolos de saúde de prevenção à covid-19

Fundação Casa voltará receber visitas

Fundação Casa voltará receber visitas

Kaique Dalapola/R7

O Governo de São Paulo informou, nesta quinta-feira (5), que a partir da próxima semana a Fundação Casa defe retomar as visitas presenciais dos familiares dos adolescentes internados em 116 centros socieducativos no Estado.

As visitas estavam suspensas como forma de conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com o governo, durante as visitas, os servidores vão orientar as famílias sobre todas as medidas de segurança e higiene necessárias para evitar a propagação da covid-19.

Leia também: Servir o Exército, dar casa à mãe e cantar: os sonhos na Fundação Casa

Além disso, como medida para volta das visitas presenciais, cada adolescente receberá a visita quinzenal de um membro da família, previamente autorizado pela equipe de referência do adolescente no centro socioeducativo.

Para entrar nas unidades da Fundação Casa, o governo afirma que o visitante terá a temperatura medida e deve responder a um questionário sobre o seu estado de saúde. Também vai precisar preencher uma declaração de que não pertence ao grupo de risco da doença.

Todos visitantes também vão precisar utilizar máscara e tomar os cuidados de higiene, como lavar as mãos e utilizar álcool em gel.

A duração da visita presencial será de uma hora, observando distanciamento social de dois metros, em local aberto e procurando evitar o contato físico. Cada centro socioeducativo programará o horário da visitação, que pode acontecer entre 10h e 12h ou entre 14h e 16h. A cada hora será permitido o ingresso de até 15 familiares.

Os adolescentes que estiverem em quarentena não poderão receber visita presencial. Caso haja confirmação ou suspeita de caso de covid-19 entre jovens ou servidores, a visita presencial ficará suspensa no centro socioeducativo por 14 dias.

Últimas