São Paulo Gil Rugai pede redução de pena em 100 dias por ter feito Enem em 2018

Gil Rugai pede redução de pena em 100 dias por ter feito Enem em 2018

Pedido foi negado em 1ª instância. Exame foi realizado 17 anos após o detento concluir o ensino médio, em 2001, antes de começar a cumprir a pena

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Gil Rugai cumpre pena de 33 anos e 9 meses

Gil Rugai cumpre pena de 33 anos e 9 meses

Brazil Photo Press Folhapress - 19.02.2013

A defesa do ex-seminarista Gil Rugai, de 37 anos, condenado a 33 anos e nove meses pelo assassinato de seu pai e sua madrasta em março de 2004 em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, pede à Justiça a redução de sua pena.

A defesa solicita o desconto de 100 dias na pena de Gil pelo fato dele ter sido aprovado no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2018.

O pedido foi negado em primeira instância. A juíza Sueli Zeiraki de Oliveira Armani, da Vara de Execuções de São José dos Campos, negou o pedido, quando foi informada que o preso concluiu o Ensino Médio em 2001, antes de começar a cumprir pena.

A defesa, então, recorreu à decisão alegando que o cliente se dedicou aos estudos e foi aprovado no ENEM com nota acima da média de muitos brasileiros e, por isso, mereceria a redução de 100 dias em sua pena. O Tribunal de Justiça de São Paulo ainda não julgou o pedido.

Últimas