Governo de SP anuncia ampliação da Linha 2-Verde do Metrô

Oito novas estações com entrega prevista para 2026 vão conectar a Vila Madalena até a região da Penha, com conexão à Linha 3- Vermelha do Metrô

Investimento também prevê novos equipamentos para plataformas de embarque

Investimento também prevê novos equipamentos para plataformas de embarque

ESTADÃO CONTEÚDO

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (17) a ampliação da Linha 2- Verde do Metrô, com oito novas estações que ligarão a Vila Madalena até a região da Penha, zona leste da capital. A previsão do governo é de que as obras devem ser concluídas até 2026. 

Leia mais: Metrô vai retomar instalação de portas automáticas em 36 estações

As oito novas estações, que vão conectar a Linha 2 à Linha 3- Vermelha, já têm nome: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha. Serão investidos R$ 6 bilhões, provenientes da verba estadual. Além das novas estações, o investimento deve trazer 22 trens, portas de plataforma e sistemas elétricos para a sinalização e controle da linha.

A gestão estadual estima que o novo trecho deve trazer 300 mil novos passageiros à linha verde. Além da conexão com a Linha 3-Vermelha, as novas estações possibilitam baldeações com as Linhas 11- Coral, da CPTM, e 15-Prata.

Sem a previsão de entrega, o governo anunciou também a intenção de ampliar a Linha 2 até Guarulhos, com cinco novas estações, em cerca de 6 km. Será formado o trecho Penha-Dutra com as estações Penha de França, Tiquatira (conexão com as linhas 12-Safira e 13-Jade), Paulo Freire, Ponte Grande (em Guarulhos) e Dutra. Além de um pátio de manutenção e estacionamento de trens.