São Paulo Governo de SP anuncia R$ 1,2 bi para 5,1 mil escolas estaduais

Governo de SP anuncia R$ 1,2 bi para 5,1 mil escolas estaduais

Segundo o secretário de Educação, Rossieli Soares, o estado vai distribuir, em média, R$ 237 mil por ano para cada escola

  • São Paulo | Do R7

Segundo Doria, o programa vai baratear os investimentos em educação

Segundo Doria, o programa vai baratear os investimentos em educação

Governo do Estado de São Paulo

O governo de São Paulo anunciou na tarde desta quinta-feira (26) R$ 1,2 bilhão em novos recursos para 5,1 mil escolas da rede estadual de ensino, a partir do PDDE-SP (Programa Dinheiro Direto na Escola). As transferências ocorrerão para o período de 2021/22, segundo a gestão de João Doria (PSDB).

“Que alegria anunciar esse investimento do PDDE. R$ 1,2 bilhão de investimentos nunca foi aplicado na história. [Distribuir diretamente às escolas] sai mais muito mais barato do que centralizar na secretaria”, afirmou Doria durante o anúncio.

Ao todo, considerando os investimentos desde 2019, serão R$ 2,7 bilhões destinados pela atual gestão para as escolas estaduais.

Segundo o secretário de Educação, Rossieli Soares, a gestão estadual vai distribuir, em média, R$ 237 mil por ano para cada escola.

Distribuição do dinheiro

Em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, Rossieli Soares explicou que, deste investimento, haverá uma divisão com destinações específicas internas – e já previamente definidas.

Entre estas, serão destinados R$ 150 milhões para o novo itinerário informativo, R$ 100 milhões para ciências, R$ 50 milhões para robótica e R$ 275 milhões para a climatização dos ambientes.

Outros R$ 625 milhões são parte do chamado PDDE Manutenção, distribuídos para que cada escolha o que fazer com a quantia a partir de problemas pontuais da unidade, como reformas em banheiros ou salas de aula, por exemplo.

Últimas