Novo Coronavírus

São Paulo Governo de SP prevê covid-19 em todas as cidades até o fim do mês

Governo de SP prevê covid-19 em todas as cidades até o fim do mês

Há 50 dias, eram dez municípios paulistas com casos da doença; nesta quinta-feira, 371 das 645 cidades já tinham registros

  • São Paulo | Do R7

Movimentação em São José dos Campos, na região do Vale do Paraíba

Movimentação em São José dos Campos, na região do Vale do Paraíba

Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo - 25.4.2020

Pelo ritmo de avanço do coronavírus em direção ao interior de São Paulo, o Centro de Contingência do governo afirma ser possível que, até o fim deste mês, todas os 645 cidades do estado já tenham casos de covid-19.

Nesta quinta-feira (7), 371 municípios paulistas já têm casos confirmados da doença. Em entrevista coletiva, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, reforçou a preocupação em relação ao interior.

"Nós conseguimos verificar o crescimento em mais municípios do estado de São Paulo de forma mais aguda. Em março, sete municípios a cada três dias. Em abril, esse número avançou. Mas agora, no final de abril e no início de maio, a gente chega ao patamar de 38 cidades a cada três dias, o que, se seguir esse patamar ao longo do mês de maio, significa todos os municípios do estado de São Paulo terem o contágio do vírus até o final de maio. Estamos verificando uma aceleração nesse processo, ao mesmo tempo em que as taxas de isolamento caíram no interior do estado."

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, que integra o comitê, apresentou números que mostram que, há 50 dias, eram dez cidades paulistas com casos de covid-19.

"Olha a progressão dessa epidemia quando você olha o conjunto do estado. Não existe nenhuma região protegida. Neste momento, a onda epidêmica está se distribuindo por todos os municípios do estado."

O presidente do Cosems/SP (Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo), Geraldo Reple, ressaltou o fato de que pequenas cidades não têm estrutura para lidar com um eventual aumento de doentes com covid-19.

"A doença está caminhando para o interior. E em breve, como já foi dito, provavelmente, os 645 municípios de São Paulo terão casos e, com certeza, óbitos. Nós sabemos, muitos municípios deste estado não têm um leito de UTI. Muitos municípios deste estado, provavelmente, nem [tenham] leitos de estabilização."

Quase 40 mil casos

O estado de São Paulo tem 39.928 casos confirmados de covid-19 e 3.206 óbitos. Em todo o Brasil são 125 mil casos e 8.536 óbitos.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI de todo o estado é de 66,9%. Na Grande São Paulo, o índice é de 89,6%. O número de internados em UTI é de 3.767 e em enfermarias, 5.919.

O hospital de campanha do Ibirapuera, aberto há uma semana, tem 97 pacientes internados, o que representa 50% de ocupação.

Leia também: Asilos no interior de São Paulo têm 20 idosos mortos por covid-19

A taxa de isolamento social no estado de São Paulo ontem foi de 47%. O Centro de Contingência trabalha com uma taxa mínima de isolamento social de 55%, como forma de evitar um pico de doentes e o colapso do sistema de saúde.

Na capital, a prefeitura anunciou hoje restrições duras à circulação de veículos. A partir de segunda-feira (11), o rodízio será retomado e valerá o dia todo

Últimas