Governo de SP recomenda restrições em Itaquá para conter covid-19

Cidade de Grande São Paulo teve aumento de internações e ocupação de leitos de UTI já passa de 80%, segundo o Centro de Contingência

Itaquá tem pressão sobre o sistema de saúde

Itaquá tem pressão sobre o sistema de saúde

Fernando Nascimento/O Fotográfico/Estadão Conteúdo - 22.6.2020

O Centro de Contingência do Coronavírus do governo de São Paulo emitiu uma recomendação para que a cidade de Itaquaquecetuba, na região metropolitana da capital, retorne à fase 1 (vermelha), como forma de conter o avanço da covid-19. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (2) pelo coordenador do grupo, o médico Paulo Menezes.

Segundo ele, houve aumento de internações de casos suspeitos ou confirmados de covid-19 no município. As unidades de terapia intensiva estão com mais de 80% de ocupação.

Até ontem, a Itaquaquecetuba tinha 1.439 casos confirmados de covid-19 e 135 óbitos.

A fase vermelha do Plano São Paulo é a mais restritiva. Estabelecimentos comerciais considerados não essenciais devem permanecer fechados durante a vigência desta bandeira.

Itaquaquecetuba está na fase 2 (laranja), em que é autorizada a abertura do comércio de rua e shoppings por quatro horas diárias, além de concessionárias de veículos, imobiliárias e escritórios, todos com capacidade de público de 20%.

Atual classificação do estado de São Paulo por região

Atual classificação do estado de São Paulo por região

Reprodução