Novo Coronavírus

São Paulo Governo firma acordo com BID para recuperação do turismo em SP 

Governo firma acordo com BID para recuperação do turismo em SP 

Doação de US$ 250 mil anunciada pelo governo de SP a projetos de turismo sustentável prevê recuperação do setor abalado pela pandemia

  • São Paulo | Do R7

Campos de Jordão, em SP, é um dos principais pontos turísticos do estado

Campos de Jordão, em SP, é um dos principais pontos turísticos do estado

Reprodução/Wikimedia Commons/OS2Warp

Um acordo firmado pelo governo de São Paulo, nesta quinta-feira (23), prevê a doação de US$ 250 mil a projetos que incentivem a recuperação sustentável do turismo no estado, gravemente afetado pela pandemia do novo coronavírus. 

Leia também: Alckmin é denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

O governador João Doria assinou o acordo de cooperação técnica entre a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a retomada econômica do setor.

O valor doado, segundo o governo, permitirá o desenvolvimento de projetos que possibilitem uma recuperação sustentável do turismo no Estado e a elaboração de estudos complementares que apoiem pedidos de financiamento internacional.

Veja ainda: Alckmin: acusações sobre corrupção são "infundadas e apressadas"

"Este é um acordo operacional para retomada do setor do turismo muito afetado pela pandemia em todo o Brasil e obviamente aqui no estado de São Paulo também. Uma prova de confiança do BID nos marcos jurídicos de São Paulo e prova de confiança no turismo”, afirmou Doria.

Segundo a administração estadual, o investimento tem como beneficiária a Setur/SP e será destinado para três frentes: elaboração de um plano com estratégias e ações de médio e longo prazo, realização de estudos complementares para apoiar a implantação do plano e um estudo de apoio à melhoria da dinâmica de concessão de crédito para o setor.

Leia mais: Geraldo Alckmin pede para deixar coordenação de campanha de Covas

Os recursos, informou o governo, virão do Programa Estratégico para o Desenvolvimento de Sustentabilidade do BID e a cooperação técnica terá a duração de 18 meses. A previsão é de que os processos de contratação sejam iniciados ainda em agosto.

"A movimentação econômica será restabelecida, mas temos a obrigação de atacar alguns pontos vulneráveis para termos resultados mais consistentes. Durante a pandemia, ficou clara a necessidade de um olhar mais cuidadoso para as questões de crédito e fontes de financiamento", Vinicius Lummertz, secretário de turismo do estado.

Veja mais: Prefeitura vai recorrer de decisão que obriga 100% dos ônibus nas ruas

"Antes da pandemia, o setor do turismo já precisava de um olhar integral por boa parte de governos de regiões com elevado potencial. O planejamento que São Paulo está desenvolvendo é crucial para estabelecer uma retomada segura do setor, que é responsável por 7,7% do PIB brasileiro", disse Morgan Doyle, O representante do BID no Brasil.

Últimas