Novo Coronavírus

São Paulo Governo mantém fase de transição do Plano SP até 31 de maio

Governo mantém fase de transição do Plano SP até 31 de maio

A partir de 1º de junho, estado iniciará nova de fase no plano, com ampliação do horário de funcionamento do comércio e testagem

  • São Paulo | Do R7

A partir de 1º de  junho, atividades econômicas estarão abertas até as 22h

A partir de 1º de junho, atividades econômicas estarão abertas até as 22h

VINICIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO - 19.05.21

O governo do estado de São Paulo vai manter a atual fase de transição do Plano SP de flexibilização econômica até o dia 31 de maio, anunciou o governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (19), no Palácio dos Bandeirantes.

A partir de 1º de junho, afirmou Doria, o estado iniciará uma nova de fase no plano, com ampliação do horário de funcionamento das atividades econômicas até as 22h e 60% de ocupação dos locais.

Até o momento, na fase de transição, as atividades comerciais, culturais, esportivas, restaurantes e salões de beleza têm funcionamento permitido até as 21h, que será mantido até o dia 31

No mesmo dia, segundo o governador, a gestão estadual iniciará um amplo programa de testagem rápida para a covid-19 de pessoas sintomáticas.

O plano de ampliação da testagem rápida do novo coronavírus no estado envolverá a distribuição de testes para as prefeituras e metas de testagem, estratégia de monitoramento por parte dos municípios, testagem em ambientes privados (empresas deverão seguir protocolos para a segurança de seus trabalhadore) e eventos-teste.

Veja as mudanças no Plano SP a partir de 1º de junho

Veja as mudanças no Plano SP a partir de 1º de junho

Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Vacinação para 55 a 59 anos

João Doria também anunciou nesta quarta que as pessoas entre 55 e 59 anos serão vacinadas a partir de 1º de julho.

Além deste grupo, também foi confirmada a imunização dos profissionais de educação de 18 a 46 anos a partir do dia 21 de julho. O governo estima vacinar 1,7 milhão de pessoas neste grupo.

Últimas