Grupo com dados de 3 milhões de cartões de crédito é alvo da polícia

‘Operação Aposcalipse’  apreendeu R$ 30 mil em dinheiro, um Audi Q3 e uma Harley Davidson, somando mais de R$ 320 mil em bens em SP e MG

Suspeitos obtinham dados de cartões de crédito acessando aparelhos remotamente

Suspeitos obtinham dados de cartões de crédito acessando aparelhos remotamente

Divulgação/ Agência Record

Dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quarta-feira (26) contra um grupo suspeito de integrar uma organização criminosa especializada na prática de fraudes eletrônicas. De acordo com a polícia, o grupo obteve dados de mais de três milhões de cartões de crédito e usava os dados das vítimas para fazer compras online.

A ‘Operação Aposcalipse’ resultou na apreensão de R$ 30 mil em dinheiro, um Audi Q3 e uma moto Harley Davidson, somando mais de R$ 320 mil em bens.

A ação foi deflagrada a partir de informações coletadas por programas espiões. As equipes atuaram nas cidades de São Paulo, Campinas, Barueri, São José dos Campos, no estado de São Paulo e Belo Horizonte, em Minas Gerais.

De acordo com a polícia, os suspeitos acessavam computadores de estabelecimentos comerciais e instalavam programas que cediam dados de cartões de crédito, como senhas, vencimentos e códigos de segurança. Todo o processo era feito remotamente. Ainda de acordo com as autoridades, os suspeitos se aproveitavam desses dados para fazer compras online. 

A operação foi realizada por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), em integração com o Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Polícia Civil de Minas Gerais.