Haddad afirma que irá reaver dinheiro desviado do Teatro Municipal

Prefeito de SP declarou ter recuperado mais de R$ 600 mi com a Controladoria Geral

Fernando Haddad (PT) afirmou ser o prefeito de SP que mais combateu a corrupção
Fernando Haddad (PT) afirmou ser o prefeito de SP que mais combateu a corrupção Felipe Rau/Estadão Conteúdo – 10.8.2016

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) afirmou nesta terça-feira (31) que irá reaver o dinheiro desviado do Teatro Municipal.

— Cada centavo vai ser reposto para os cofres do Teatro Municipal. A quadrilha já foi desbaratada, como outras quadrilhas. Nós desbaratamos a quadrilha da Água Espraiada (gestão Maluf-Pita) e recuperamos R$ 154 mi. Desbaratamos a máfia do ISS (gestão Serra – Kassab) e recuperamos R$ 151 mi. Bloqueamos mais de R$ 300 mi de imóveis de servidores corruptos, inclusive do Herencia (ex-diretor do Tteatro e réu confesso por lesão aos cofres públicos), que está com os bens bloqueados que estavam em nome da mãe dele.

A afirmação foi feita durante sabatina na rádio CBN, na região central da capital paulista. O petista disse que com a criação da CGM (Controladora Geral do Município) foi possível recuperar mais de R$ 600 mi em combate à corrupção.

— Toda investigação é importante. Político não pode reclamar de investigação. O que nós temos é que recuperar o dinheiro que foi roubado. Henrencia foi substituído porque achávamos que ele era apenas um trapalhão que estava errando na gestão do orçamento. Ele foi afastado por incompetência, bastou um mês de trabalho do Paulo Dallari, nomeado no lugar dele, para descobrirmos que o Herencia tinha montado essa quadrilha.

Haddad declarou ser “o prefeito que mais combateu a corrupção em São Paulo”. Após a entrevista, o candidato à reeleição seguiu para a zona leste da cidade, onde fez uma caminhada na avenida Nordestina.

Segundo o prefeito, a zona leste deve ser beneficiada por uma lei de incentivos aprovada na Câmara dos Deputados, e já está em vigor, que concede redução do IPTU e no ISS de empresas dispostas a se instalarem na região.

— Com a retomada da economia, tenho certeza que muitas empresas vão estudar a possibilidade de se instalar aqui. Não queremos cobrar impostos de empresas que vieram para a zona leste justamente para que elas possam gerar emprego em uma das regiões mais populosas da cidade.

Cassação de Dilma

Haddad comentou a relação com o futuro governo federal, destacando que o interesse público sempre estará acima de qualquer interesse político-partidário.

— Tenho 16 anos de vida pública e nunca coloquei os interesses partidários na frente dos interesses da população. Nos meus sete anos à frente do Ministério da Educação, eu aprovei, com o apoio da oposição, toda reforma educacional que proporcionou a maior inclusão da história do País. Hoje você tem educação infantil recorde em número de acesso da população: negros, pobres, todos dentro da educação. Criamos o conceito de creches conveniadas para que, como prefeito, pudesse abrir 100 mil novas vagas em creches por toda a cidade.

O postulante à Prefeitura de São Paulo lamentou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

— É um golpe parlamentar. O Congresso Nacional está usando de um expediente para comprometer a democracia. Na opinião de muitos juristas, inclusive da imprensa internacional, se trata de um impeachment sem crime comprovado. Isso não é opinião só minha, é dos grandes veículos de comunicação do mundo. Basta ler os editoriais dos principais jornais do mundo, como o New York Times (EUA) e o Le Monde (França). Eu compartilho a opinião deles.

Leia mais notícias sobre R7 São Paulo

Experimente: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play