HCor distribui 20 mil máscaras em três estações do metrô de SP

Trinta voluntários entregam a proteção facial no Tatuapé, Barra Funda e Paraíso. Uso da máscara já é obrigatório no transporte coletivo no estado 

Voluntários do HCor distribuem máscaras em estações do metrô de SP

Voluntários do HCor distribuem máscaras em estações do metrô de SP

Divulgação / HCor

O uso de máscaras no transporte público de São Paulo já é obrigatório para que o embarque seja liberado. Nesta terça-feira (5), trinta voluntários do HCor (Hospital do Coração) distribuem 20 mil máscaras caseiras em estações do Metrô. Além da entrega da proteção facial usada para conter a propagação do novo coronavírus, são dadas orientações sobre a higienização das mãos e o correto uso das máscaras.

Até às 13h, a distribuição acontece, antes das catracas, nas estações Tatuapé, na zona leste, e Barra Funda, na zona oeste da capital. Já entre 15h e 17h, a ação será na estação Paraíso, na zona sul. Os agentes de saúde do HCor também dão informações sobre a covid-19 aos passageiros. 

Leia mais: Governo de SP publica decreto sobre uso obrigatório de máscara nas ruas

O Metrô emite um sinal sonoro reforçando a importância do uso de máscaras, do respeito ao isolamento social e higienização das mãos para conter o avanço da doença.

A Associação Beneficente Síria – HCor criou a campanha “Liga da Proteção” para ajudar instituições e a população no combate à pandemia. A atuação ocorre em quatro frentes: produção e distribuição de máscaras caseiras, envio de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para hospitais públicos, apoio na UTI do Hospital das Clínicas da USP e pesquisa de medicamentos no combate à covid-19.

Veja também: Prefeitura de SP suspende repasses para projeto de alfabetização

Segundo o CEO do HCor, Fernando Torelly, "o uso da máscara e o distanciamento social são fundamentais para mantermos o controle da doença. Esta ação coloca os trabalhadores do HCor junto à população, para oferecer orientações de saúde para quem realmente precisa sair de casa”.

Já a presidente do Metrô de São Paulo, Silvani Pereira, disse que “mais do que obrigar o uso da máscara no transporte, nós queremos orientar sobre como utilizá-las corretamente, além de sensibilizar os passageiros da importância de todos se prevenirem".

Leia ainda: 'Precisamos antes de tudo salvar vidas', diz Germann sobre gastos

Doações

A “Liga de Proteção” é uma iniciativa aberta a participação de todos, por meio de doações de máscaras, insumos para produção de equipamentos e recursos para a ampliação da campanha. A Liga possui uma conta corrente para receber recursos em dinheiro: Banco Santander – Agência: 2174 – Conta-Corrente: 13000021-3 – CNPJ: 60.453.024/0001-28.