São Paulo Homem ataca ex com mais de dez facadas na zona leste de SP

Homem ataca ex com mais de dez facadas na zona leste de SP

Vítima está internada em UTI e agressor fugiu após o ataque. Para familiares, relacionamento dos dois era abusivo e opressor

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Ataque ocorreu no último domingo (16)

Ataque ocorreu no último domingo (16)

Reprodução

Um homem atacou a ex-companheira com mais de dez golpes com facas em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo, no domingo (16). O agressor, que não aceitava o término do relacionamento, fugiu após o crime. 

O caso aconteceu na rua Santa Etelvina, 64, em Cidade Tiradentes, por volta das 15h30.

Segundo a família, Priscila Rodrigues Pinto, de 35 anos, começou a se relacionar com o homem há quatro meses. O relacionamento era considerado abusivo e opressor. Uma familiar, que não quis ser identificada, diz que presenciou diversos episódios que indicavam o comportamento agressivo de Jakson, que é usuário de drogas.

Ela conta que Priscila sofria agressões e ameaças, e que era impedida de sair de casa. Relatou que o homem rasgou as roupas da mulher para impedi-la de deixar o imóvel. Em outra ocasião, colocou fogo no carro dela.

No dia do crime, a vítima tinha pedido para terminar o relacionamento. O companheiro então arrumou um pretexto para ir até a casa, dizendo que buscaria suas coisas.

Já na residência, os dois começaram uma discussão. Foi quando o agressor aumentou o volume da televisão e começou a agredir Priscila de maneira violenta.

Segundo a família, ele pegou diversas facas e começou a finca-las no corpo da mulher. Uma delas ficou alojada próximo ao pescoço, ao lado de uma veia arterial.

Após desferir mais de dez golpes, com diferentes facas, ele fugiu. Foi quando a vítima, mesmo com parte de uma faca alojada em seu pescoço, conseguiu chamar sua irmã, que mora a poucos metros.

Priscila foi socorrida em estado grave ao Hospital Cidade Tiradentes, onde passou uma cirurgia de emergência. Nesta terça-feira (18), permanece internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ainda em estado crítico.

Um vídeo registrado por familiares mostra como ficou a casa depois do crime. Quem grava narra que copos foram quebrados e o cabelo da vítima cortado. Várias facas são encontradas espalhadas pelo imóvel.

O vídeo registra manchas de sangue no chão do quarto, no guarda-roupa, na cortina, no chão da cozinha, além das paredes. A família relata que está com muito medo de represálias.

O caso foi registrado no 54º Distrito Policial, de Cidade Tiradentes, segundo a família, que até a publicação dessa nota não encaminhou o documento.

Últimas