São Paulo Homem é morto a facadas no interior de SP após ir a casa de ex

Homem é morto a facadas no interior de SP após ir a casa de ex

Principal suspeito é um homem, que estava com a ex-mulher da vítima no dia do assassinato. Testemunha relatou caso à polícia

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Assassinato ocorreu no bairro Santa Libânia, em Bragança Paulista (SP)

Assassinato ocorreu no bairro Santa Libânia, em Bragança Paulista (SP)

Reprodução/Google Street View

Um ajudante de pintor foi morto a facadas no bairro Santa Libânia, em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, no domingo (16). O principal suspeito é um homem, que estava com a ex-mulher da vítima no dia da morte.

Agentes da Guarda Civil Municipal de Bragança Paulista foram acionados para atender uma ocorrência de homicídio na rua Santa Amélia, às 18h24. No endereço, encontraram o ajudante de pintor José Eduardo Santos, de 50 anos. A GCM preservou o local e acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que tentou reanimar a vítima, sem sucesso. José morreu antes de ser socorrido.

Sendo assim, a perícia e o carro de cadáver foram acionados. O investigador do caso conseguiu acesso à câmera de segurança do condomínio que registra o crime.

Dois irmãos da vítima que estavam no local disseram à Polícia Civil que José tinha um relacionamento amoroso conturbado com Sheila Oliveira, agora investigada pela polícia. O irmão de José disse que chegou a ver Sheila entrando na casa da testemunha Monica Cristina, que fica a poucos metros do local dos fatos. Os policiais foram até lá.

Em depoimento, Mônica disse que estava dentro da casa de Sheila, com mais um homem, que não soube identificar. Eles estavam bebendo.

Mônica contou ainda que José chegou no portão da casa de Sheila e que o homem que estava na residência, ao vê-lo, pegou uma faca e saiu correndo atrás de José, o alcançando após alguns metros.

O homem, então, desferiu aproximadamente uma dúzia de golpes de facas em José. Sheila e o autor das facadas fugiram do local.

O carro de José, que estava nas redondezas, foi entregue ao seu irmão, Sérgio. Nada foi apreendido no veículo. O celular da vítima não foi localizado.

O corpo do ajudante foi encaminhado ao IML local para exame necroscópico. O caso foi registrado como homicídio simples, na Delegacia Seccional de Bragança Paulista.

Últimas