São Paulo Homem é preso após matar ex-madrasta a facadas em São Paulo

Homem é preso após matar ex-madrasta a facadas em São Paulo

Vítima se separou há um ano, mas brigas com ex-enteado eram frequentes porque ele não aceitava que ela continuasse morando na casa do pai

  • São Paulo | Thays Reis e Letícia Assis, da Agência Record

Um homem foi preso após matar a ex-madrasta a facadas na rua Skenaro Nakandakare, no Jardim São Judas, em Mauá, Região Metropolitana de São Paulo, no fim da tarde de segunda-feira (16).

Ex-madrasta em morta a facadas em Mauá

Ex-madrasta em morta a facadas em Mauá

Reprodução/Record TV

De acordo com a Polícia Militar, houve um chamado para uma ocorrência de agressão no endereço. No local, os agentes encontraram a vítima com uma hemorragia intensa. O resgate foi acionado, mas a mulher morreu no local.

Leia também: André do Rap seria chefe do PCC em Amambay, diz jornal

A Polícia Civil disse que, segundo relatos, Bruno Morgan Domenichelli, de 26 anos, se desentendia com a ex-madrasta, Gisele Carolina Souza, de 32 anos, há alguns anos. Vizinhos relatam que as brigas aconteciam com frequência. Gisele e o pai de Bruno se separaram há um ano, mas ela continuou morando na casa do ex-marido. Bruno não aceitava esta situação. 

Veja também: Polícia procura rapaz que derrubou idosa durante baile funk em SP 

No dia do crime, eles se desentenderam mais uma vez. Durante a discussão, ele desferiu sete facadas contra a vítima.

O suspeito foi detido e conduzido ao 1° DP de Mauá, para onde o caso foi encaminhado e registrado como homicídio qualificado com agravante em feminicídio.

Últimas