São Paulo Homem é preso com R$2 milhões em anabolizantes em Guarulhos (SP)

Homem é preso com R$2 milhões em anabolizantes em Guarulhos (SP)

Segundo a polícia, as caixas com os produtos seriam encaminhadas para os estados do Paraná, Mato Grosso e Santa Catarina através dos Correios

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Um homem foi preso com cerca de R$2 milhões em anabolizantes em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, nesta quinta-feira (1). A mercadoria foi apreendida pela DISE (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes).

Leia também: Sindicato de policiais civis aciona a Justiça por reforma do 1º DP (Sé)

Após investifações, os agentes flagraram o suspeito em frente à uma agência dos Correios no momento em que realizava o transporte dos anabolizantes para o envio. Ao ver os policiais, o homem ainda tentou fugir, mas logo foi capturado.

Dentro do veículo em que ele estava foram localizados anabolizantes em um pacote já pronto para ser despachado. Após a abordagem e as diligências, as equipes localizaram uma residência na Rua Uirapuru, no distrito de Cidade Tiradentes com diversos medicamentos utilizados para o aumento de massa muscular.

Medicamentos eram vendidos ilegalmente através das redes sociais

Medicamentos eram vendidos ilegalmente através das redes sociais

Reprodução/Polícia Civil

Os produtos já estavam distribuídos em kits prontos para serem enviados para os clientes. Segundo a polícia, as caixas seriam encaminhadas para os estados do Paraná, Mato Grosso e Santa Catarina. Dentre os medicamentos apreendidos estão substâncias como Dianabol e Deca, para o crescimento dos músculos, e remédios para emagrecimento, como Stanozoland.

Leia também: Polícia prende dono de canil clandestino na zona sul de SP

De acordo com a investigação da DISE, tudo era vendido de forma ilegal e sem prescrição médica. A venda acontecia através das redes sociais e os anabolizantes eram enviados pelos correios.

Durante cerca de um mês, a delegacia monitorou as movimentações e descobriu que toda semana o homem era responsável por enviar os anabolizantes usando a agência em que foi preso.

Segundo o delegado Alexandre Cavalheiro, responsável pelas investigações, o próximo passo da polícia é descobrir quem são os distribuidores dos produtos, como eles entravam com os anabolizantes no país e quantos integrantes compõem o grupo criminoso.

O homem foi preso em flagrante e irá responder por contrabando e crime contra saúde pública.

Últimas