São Paulo Homem é preso por manter 121 pássaros silvestres em cativeiro

Homem é preso por manter 121 pássaros silvestres em cativeiro

Das aves apreendidas, 80 eram de espécies que estão em extinção desde 2018. Outras três morreram durante o transporte

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Homem foi preso por manter 121 pássaros silvestres em cativeiro e por maus-tratos

Homem foi preso por manter 121 pássaros silvestres em cativeiro e por maus-tratos

Divulgação

Um homem foi preso por manter 121 pássaros silvestres em cativeiro e por maus-tratos no bairro Vila Sanches, em Juquiá, no interior de São Paulo, nesta terça-feira (18).

Segundo a Polícia Militar Ambiental, uma equipe da 2ª Companhia do 3º Batalhão recebeu uma denúncia de comércio ilegal de pássaros.

No local, os agentes viram algumas gaiolas penduradas na parte de fora da casa. Questionado, o proprietário afirmou que ele e seu irmão eram responsáveis por algumas aves.

Ele permitiu a entrada dos policiais e autorizou que vistoriassem a casa. Dentro do imóvel, em um quarto, foram localizados 121 pássaros silvestres mantidos em cativeiro. Os animais, que aparentavam ser recém-capturados, estavam em ambiente insalubre, sob condição de maus-tratos, privados de luz solar e sem água.

De acordo com o Manual da Fauna Nacional e Exótica, 80 pássaros eram de espécies que estão em extinção desde 2018.

Diante das irregularidades, os pássaros silvestres e os materiais foram apreendidos e apresentados à autoridade da Polícia Judiciária de Juquiá.

Segundo a polícia, 115 pássaros apresentavam boas condições de saúde e foram soltos em habitat natural, outros seis foram levados para a sede da companhia para serem encaminhados a locais apropriados para reabilitação. Três aves morreram durante o transporte. 

O homem foi encaminhado à delegacia, mas vai responder em liberdade.

Últimas