São Paulo Homem mata namorada a tiros na zona sul de São Paulo

Homem mata namorada a tiros na zona sul de São Paulo

Familiares da vítima foram baleados e levados a hospitais da região. Amanda Linhares Santana, de 26 anos, morreu no local

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, do Agência Record

Amanda: vítima de feminicídio

Amanda: vítima de feminicídio

Arquivo Pessoal

Uma família foi baleada pelo ex-namorado de Amanda Linhares Santana, de 26 anos, na região de Americanópolis, zona sul de São Paulo, na noite de sábado (2). Amanda morreu no local e o homem fugiu.

O caso ocorreu na Rua Maria Clotilde Martins Rocha, no Jardim Selma, onde o casal morava.

Amanda e o namorado estavam juntos há três meses e haviam passado o Réveillon na praia. Após uma discussão, o rapaz agrediu a namorada e Amanda terminou o relacionamento.

A jovem retornou para São Paulo e foi ao apartamento onde eles moravam para buscar seus pertences. Seus pais, Jardel Costa Santana e Vanusa Linhares, e seu irmão Paulo Linhares Santana, a acompanharam.

Neste momento, o rapaz apareceu e, inconformado com o término do relacionamento, atirou em toda a família. Amanda foi atingida na cabeça. Já o pai, a mãe e o irmão foram baleados no abdômen, braço e mão, respectivamente. Após o crime, o homem fugiu.

Amanda não resistiu aos ferimentos e morreu no local, corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal). Jardel foi socorrido e encaminhado Pronto Socorro do Hospital Saboya, Vanusa ao Pronto Socorro do Hospital Pedreira e Paulo ao Centro de Especialidades Municipal Quarteirão da Saúde, em Diadema.

O rapaz, que possui envolvimento com o tráfico de drogas, fugiu após o crime com seu próprio carro, um Fiat Uno branco, e segue foragido.

O caso foi registrado no 98° Distrito Policial, Jardim Miriam.

Últimas