São Paulo Homem morre depois de ser espancado por policiais em SP

Homem morre depois de ser espancado por policiais em SP

PM afirmou que ele era suspeito de roubo e estava sob efeito de drogas. Vídeo mostra a vítima sendo agredida por pelo menos quatro policiais

Ao menos quatro policias agrediram o homem, suspeito de roubo

Ao menos quatro policias agrediram o homem, suspeito de roubo

Divulgação

Um homem morreu depois de ser agredido pela Polícia Militar, durante uma ocorrência na madrugada desta quinta-feira (17), em Bauru, interior de São Paulo. Imagens de câmera de segurança mostraram na ação ao menos quatro policias, que reagem ao soco da vítima em um dos agentes e se juntam para bater no homem.

A vítima, Rodrigo José Cunha, era usuário de droga e suspeito de ter roubado um motorista de aplicativo, segundo a Polícia Militar. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu algumas horas depois, no período da tarde do dia 17. A Polícia Militar afirmou que vai instaurar um inquérito para a apuração dos fatos.

Leia mais: Adolescente matou Raíssa inspirado em filmes, diz delegado

A família de Rodrigo diz que ele teria se envolvido em uma confusão depois de solicitar uma corrida com um motorista de aplicativo, para visitar o filho de um ano.

Em nota, a PM pontua que foi necessário o "uso da força" para conter o homem. E enfatizou que tem suas ações norteadas no "princípio da legalidade e em respeito à dignidade da pessoa humana".

BO: "uso de força física moderada"

No Boletim de Ocorrência, registrado por roubo e morte suspeita, os policiais militares que participaram da ocorrência deram depoimento onde afirmaram que usaram força física moderada para conter o suspeito.

Depois de vários comandos verbais, Rodrigo, aparentemente sob efeito de drogas, partiu para cima de um dos policiais que se aproximou dele e tentou roubar sua arma, ainda de acordo com o documento. Depois da agressão, o homem foi algemado e foi conduzido à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Bela Vista. 

Segundo o boletim, dois policiais empregaram o uso de força física para conter Rodrigo, com o apoio de outros dois agentes e outras viaturas da PM que chegaram ao local.