São Paulo Homem oferece dinheiro por conteúdo infantil, diz polícia de SP

Homem oferece dinheiro por conteúdo infantil, diz polícia de SP

Policiais cumprem dois mandados de busca em casas da zona sul ligadas ao suspeito. Ele ofereceu R$ 2.500 por vídeo íntimo de criança de 5 anos

  • São Paulo | Do R7, com informações de Edilson Muniz e Letícia Dauer, da Agência Record

Policiais apreenderam TVs, tablet e cartão de memória na casa do suspeito

Policiais apreenderam TVs, tablet e cartão de memória na casa do suspeito

Reprodução / Record TV

A Polícia Civil realiza uma operação na manhã desta sexta-feira (17) contra um homem acusado de pedofilia. O suspeito usava um perfil falso para solicitar imagens íntimas de um menino de cinco anos em troca de dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil, uma mulher conheceu o rapaz nas redes sociais e eles começaram a conversar, até que trocaram números e continuaram a conversa por WhatsApp.

Leia mais: Polícia liberta cabeleireiro que seria morto por tribunal do crime em SP

Em um dado momento, o homem ofereceu R$ 2.500 para que a mulher gravasse um vídeo íntimo do filho, de cinco anos, e o mandasse. Ela então entrou em contato com a Polícia Civil e eles decidiram manter contato com o suspeito até que fossem realizadas as investigações.

A polícia conseguiu encontrar os dados do suspeito com base nas informações concedidas por operadoras de telefonia, identificação do computador utilizado e número de telefone informado pelo assediador.

Veja também: Sinto medo só de ver uma viatura policial, diz mulher pisada por PMs

Os investigadores chegaram até um morador da zona sul de São Paulo. Com as informações, a polícia solicitou à justiça mandados de busca e apreensão em dois endereços ligados ao suspeito.

Nesta manhã, foram apreendidos cinco celulares, um tablet, um videogame, duas TVs e um cartão de memória. Os materiais serão encaminhados para perícia.

Leia ainda: ‘Dor indescritível’, diz irmão de PM morto ao cair de helicóptero em SP

Os agentes deixaram o 101° DP do Jardim das Imbuias por volta das 5h da manhã para dar início à operação. O objetivo é descobrir provas contra o suspeito e identificar possíveis outras vítimas de um esquema de pedofilia pela internet.

Últimas