São Paulo Homem que atropelou e matou menino cumpre prisão preventiva 

Homem que atropelou e matou menino cumpre prisão preventiva 

William Volpe já cumpria prisão temporária, que venceria na quarta-feira (19), e foi levado a Centro de Detenção Provisória. Menina de 3 anos ficou ferida

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Menino de 4 anos morreu atropelado

Menino de 4 anos morreu atropelado

Reprodução Record TV

O homem suspeito de atropelar e matar o menino Kaíque Pietro Ferreira da Silva, de 4 anos, no dia 13 de janeiro no bairro Campo Grande, na zona sul de São Paulo teve prisão preventiva decretada na quarta-feira (19). William Volpe, de 26 anos, estava cumprindo prisão temporária de 30 dias no 2º DP (Bom Retiro) e deve ser encaminhado a um Centro de Detenção Provisória (CDP).

Leia também: "Não consigo voltar à borracharia", diz pai de menino morto atropelado

A família de Kaíque estava em uma festa de aniversário na borracharia do pai da criança quando o motorista invadiu a calçada com o carro e atropelou três pessoas. O garoto morreu prensado contra a parede. A menina Emanuelly Ferreira Barbosa, de 3 anos, foi internada em estado grave, e Josilayne Ferreira Lima, de 25 anos, tia de Kaique, não sofreu ferimentos. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Segundo a polícia, William não tinha carteira de habilitação e já acumula passagens por roubo e porte ilegal de arma. Ele também não poderia estar na rua no horário do acidente porque respondia pelos crimes em liberdade e, segundo o acordo judicial, deveria estar em casa após às 22 horas.

Últimas