São Paulo Homem que enviou presente-bomba para ex-namorada é preso

Homem que enviou presente-bomba para ex-namorada é preso

Polícia colocou dois agentes disfarçados de garis em frente à casa de parente de Eduardo e rastreou autor do crime por telefonema

  • São Paulo | Do R7

O homem que enviou à ex-namorada um presente-bomba há cerca de um mês foi preso na Vila Penteado, na zona norte de São Paulo. Ao abrir a encomenda em casa, no município de Francisco Morato (SP), Edileuza Cardoso, 49, havia se ferido e ficou internada por nove dias em um hospital, chegando a perder parte da audição.

Edileuza ficou ferida e internada por nove dias em hospital

Edileuza ficou ferida e internada por nove dias em hospital

Reprodução / Record TV

Para prender Eduardo, o autor do crime, a polícia realizou uma operação junto à mulher. Com suspeita de que ele estaria na casa de um parente, a corporação colocou dois policiais disfarçados de garis na rua da residência e pediu para que Edileuza falasse por telefone com o suspeito, para que pudessem rastreá-lo e confirmar que ele estava no local

Após a ligação e a informação confirmada, os policiais deram voz de prisão em flagrante contra Eduardo, que estava foragido há um mês.

Veja também: "Eu tô presa e vivo com medo", diz mulher que recebeu bomba em SP

Já na delegacia, o ex-namorado confessou o crime e disse que apenas queria dar um susto na mulher, mas não esperava tantos danos: além dos ferimentos, a casa também foi destruída com a explosão da bomba que estava junto ao buquê de flores. O explosivo havia sido produzido pelo próprio autor do crime, a partir de informações encontradas na internet.

Veja também: Relembre detalhes sobre o atentado a Edileuza

Eduardo está preso temporariamente e será indiciado por dupla tentativa de homicídio, já que também pôs em risco a vida do filho de Edileuza. Ele também responderá pelas ameaças que fez à mulher enquanto foragido.

A vítima está em um casa cujo endereço está sob sigilo para sua proteção.

Últimas