Homem que matou ex é solto e filhas fogem por medo de morrer

Depois de um casamento marcado por agressões, Ieda decidiu se separar de José Edson, que não aceitou a separação e a matou a facadas

Ester, 18, relatou que José maltratava as filhas

Ester, 18, relatou que José maltratava as filhas

Reprodução/Record TV

Um homem que matou a ex-companheira está solto após um ano de ser preso e confessar o crime. As filhas do casal fugiram de casa por medo de serem mortas por José Edson Lino Filho. As informações são da Record TV.

Depois de um casamento marcado por diversas agressões, Ieda Alvim Lino decidiu se separar de José, que não aceitou a separação e não queria deixar o imóvel da família para ela, e então a matou a facadas.

Um ano depois de ser preso, o homem ganhou o direito de responder pelo crime em liberdade, e desde então as filhas fugiram para se esconder dele, com medo de também serem mortas.

À reportagem, Ester, uma das filhas, relatou que as três meninas sempre apanharam de José, que as maltratava e nunca foi um pai carinhoso.

"Se ele pedisse um copo d'água, a gente tinha que pegar, se não a gente apanhava. O que mais me magoava é quando ele agredia minha mãe. Ele agredir a gente eu já estava acostumava", disse a jovem de 18 anos.