São Paulo Homens são presos após roubarem escola e fazerem reféns em SP

Homens são presos após roubarem escola e fazerem reféns em SP

Caseiros feitos de reféns relataram prática de tortura por parte dos suspeitos. Outras três pessoas estão foragidas

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Computadores, televisores, microfones e até a fiação elétrica foram roubados

Computadores, televisores, microfones e até a fiação elétrica foram roubados

Reprodução

Dois homens foram presos após roubarem uma escola e fazerem duas pessoas reféns durante a madrugada desta sexta-feira (30) em Jandira, região metropolitana de São Paulo. Outras três pessoas estão foragidas.

O crime aconteceu na Escola Estadual Dorvalino Abílio Teixeira, localizada na Vila Santo Antônio, em Jandira. Segundo a polícia, pelo menos cinco pessoas participaram do assalto.

Por volta das 06h06 desta sexta-feira (30), equipes da Polícia Militar foram acionadas via Copom para uma ocorrência de roubo a uma escola. Ao chegarem no local, de acordo com a PM, os agentes encontraram na rua de trás do colégio dois homens carregando o carro, um Chevrolet Monza, com os itens que haviam acabado de roubar do local.

Enquanto os agentes faziam a abordagem dos criminosos e os prendiam em flagrante, outra equipe entrou na escola e no local encontrou duas pessoas, os caseiros do ginásio, amarrados.

De acordo com as vítimas, que são pai e filho, por volta da meia-noite, o grupo invadiu a escola e rendeu os dois caseiros responsáveis por cuidarem do prédio. Os homens foram amarrados e torturados durante todo o crime.

A polícia conversou com os caseiros que revelaram a dinâmica do crime. Segundo os funcionários, durante a madrugada a quadrilha retirou diversos itens da escola e os concentrou no pátio. Computadores, televisores, microfones e até a fiação elétrica foram roubados pelos criminosos.

Dois carros estavam sendo abastecidos com os produtos, o do grupo e um Chevrolet Onix, de propriedade do caseiro. Segundo a PM, para carregar o Monza, o grupo passava os itens por cima do muro da escola.

Já nesta manhã, com a chegada da polícia, outras três pessoas, que também faziam parte do grupo, conseguiram fugir no veículo do caseiro. No momento, a PM realiza patrulhamento pela região para tentar localizar os criminosos e os objetos roubados.

Segundo a corporação, uma das vítimas sofreu ferimentos na perna por conta de algumas torturas realizadas pelo grupo, no entanto, não houve necessidade de atendimento médico. A polícia ainda encontrou no pátio da escola a outra parte da carga que não conseguiu ser levada pelos suspeitos.

Os itens recuperados, as vítimas e os dois criminosos detidos foram encaminhados para o Distrito Policial de Jandira, onde o caso está sendo registrado.

A diretora da escola também compareceu na delegacia para prestar apoio.

Últimas