São Paulo Hospitais do estado de SP seguem em colapso, aponta sindicato

Hospitais do estado de SP seguem em colapso, aponta sindicato

Mais da metade das unidades do estado de São Paulo possuem capacidade de kit intubação e oxigênio para menos de 15 dias

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Segundo a pesquisa, 79% dos hospitais estão com ocupação de suas UTIs acima de 80%

Segundo a pesquisa, 79% dos hospitais estão com ocupação de suas UTIs acima de 80%

Karen Fontes/Ishoot/Estadão Conteúdo - 10.04.2021

Os hospitais do estado de São Paulo continuam em situação de colapso e a taxa de ocupação dos leitos de UTI para covid-19 segue alta apesar da diminuição do ritmo de internações, segundo revelou uma pesquisa do SindHosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo).

De acordo com o estudo, 79% dos hospitais estão com ocupação de suas UTIs acima de 80%. No entanto, apenas 17% dos hospitais informam que houve aumento de internações de pacientes covid-19 nos últimos dez dias.

Na pesquisa anterior, em 10 de abril, 65% dos hospitais afirmavam que houve aumento de internações enquanto em 26 de março, 99% dos hospitais relatavam crescimento das internações.

Do total, 33% dos hospitais afirmam que a taxa de ocupação dos leitos de UTI está entre 91% e 100%, e 4% estão com mais de 100% de ocupação. Em relação à pesquisa anterior, 65% dos hospitais afirmavam que a taxa de ocupação dos leitos de UTI estava entre 91% e 100%.

Para o presidente do SindHosp, Francisco Balestrin, houve uma descompressão no ritmo de internações dos hospitais por conta da diminuição de circulação das pessoas nas últimas semanas, mas a falta de vacinas preocupa. "Com menos vacinas, haverá mais demora para vacinarmos toda a população. E nossos hospitais continuam no limite e sem condições de receber mais pacientes. Precisamos de tempo para reorganizar o sistema de saúde, repor estoques e organizar a mão de obra", destaca.

Kit intubação em falta

Segundo a pesquisa do SindHosp, 72% dos hospitais têm o chamado kit intubação com capacidade para até 15 dias, no máximo.

Os números se dividem da seguinte maneira:

· 5% dos hospitais afirmam possuir estoque para menos de uma semana;
· 32% informam ter estoque para uma semana:
· 7% para 10 dias;
· 28% para 15 dias;
· 26% para até um mês;
· 2% para mais de um mês

Oxigênio

Em relação ao estoque de oxigênio, 61% dos hospitais possuem capacidade para até 15 dias. Confira a relação completa:

· 22% dos hospitais afirmam ter estoque de oxigênio para menos de uma
semana;
· 5% têm estoque para uma semana;
· 30% para até 10 dias;
. 4% para até 15 dias;
· 28% para até um mês;
· 11% para até mais de um mês.

Últimas