Índice de isolamento em SP sobe, mas segue abaixo do mínimo

Apenas 11 municípios do estado entre 645 registraram, na quinta-feira, índices superiores aos 55% mínimos; capital teve apenas 49%

Isolamento social segue abaixo do mínimo em SP, segundo SIMI

Isolamento social segue abaixo do mínimo em SP, segundo SIMI

Fábio Vieira/FotoRua/Folhapress - 15.05.2020

O índice de isolamento social no estado de São Paulo subiu para 48% nesta quinta-feira (14), com aumento em relação aos 47% do dia anterior, como informou o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP). A porcentagem, entretanto, segue abaixo do índice mínimo de 55% esperados.

Na capital paulista, o índice também subiu ligeiramente: foi de 48% na quarta-feira para 49% na quinta.

Apenas 11 municípios entre 645 do estado registraram índices superiores a 55%: São Sebastião (67%), Ubatuna (63%), Lorena (59%), Itanhaém (59%), Ribeirão Pires (58%), Cruzeiro (58%), Ibiúna (57%), Itapecerica da Serra (56%), Mairiporã (56%), São Vicente (56%) e Caraguatatuba (55%).

Veja também: Mais de 240 mil placas conseguiram isenção de rodízio em São Paulo

Desde segunda-feira, o isolamento no estado tem se mantido com índices entre 47% e 48%. Entre as últimas duas semanas, chegou ao seu auge (53%) no domingo (10).