Novo Coronavírus

São Paulo Índice de isolamento social é de 54% após afrouxamento em São Paulo

Índice de isolamento social é de 54% após afrouxamento em São Paulo

Capital paulista superou índice de isolamento social considerado mínimo na mesma semana em que comércios e shoppings foram reabertos

Comércios foram reabertos na última segunda-feira (8)

Comércios foram reabertos na última segunda-feira (8)

Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

A cidade de São Paulo registrou o índice de isolamento social de 54% no domingo (14), após a entrada em vigor do plano de flexibilização que permite a abertura de comércios e shoppings na capital paulista. Os dados são registrados pelo sistema de monitoramento inteligente do governo que busca identificar e intensificar medidas contra novo coronavírus nas regiões com menor aderência a quarentena.

Leia também: Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

"A quarentena não foi encerrada, ela continua e, dentro dessa quarentena, a melhor recomendação da medicina é para que as pessoas fiquem em casa. Se tiverem que sair, use máscaras, mas use de forma adequada. Usem também o álcool em gel e lavem as suas mãos com frequência. Protejam as suas vidas. Estas são as melhores formas para combater neste momento o coronavírus", disse o governador João Doria.

Leia também: Doria promete criminalizar deputados após invasão de hospital

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. O Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente) é realizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM e as informações são reunidas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário, segundo o governo.

De acordo com o governo estaudal, são acessados dados referentes a 104 cidades com mais de 70 mil habitantes. Com os dados, as autoridades decidem onde as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

Últimas