Coronavírus

São Paulo Instituto Butantan receberá mais 6.000 litros de insumos no sábado

Instituto Butantan receberá mais 6.000 litros de insumos no sábado

Com nova remessa de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), serão produzidas cerca de 10 milhões de doses da vacina CoronaVac

  • São Paulo | Do R7

Há mais 10 milhões de CoronaVac a caminho

Há mais 10 milhões de CoronaVac a caminho

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 19.06.2021

O governo de São Paulo informou, nesta quarta-feira (23), que o Instituto Butantan receberá, no próximo sábado (26), mais 6.000 litros de matéria-prima para a produção da CoronaVac.

Essa carga é suficiente para fabricar mais 10 milhões de doses da vacina. O anúnciou foi feito pelo governador João Doria (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes. 

"A autorização foi emitida pelo governo da China, o embarque está preparado. [...] A chegada em SP no aeroporto de Viracopos [está prevista para] o próximo sábado. Ontem, recebemos o vice-presidente mundial da Sinovac, que está aqui nessa semana, a nosso convite, escalonando as próximas entregas da CoronaVac", explicou Doria.

O governador também reafirmou que, até dia 30 de setembro, as 100 milhões de doses da vacina do Butantan, que fazem parte do contrato com o Ministério da Saúde, serão entregues. Há dois contratos: o primeiro, com 46 milhões de doses, já foi cumprido, uma vez que as doses já foram enviadas ao governo federal; o segundo, fixado em 54 milhões de doses, está em andamento e será cumprido conforme as entregas do Butantan forem concluídas.

Falta de vacinas na capital

A cidade de São Paulo retomou a vacinação contra covid-19 na manhã desta quarta-feira (23), imunizando pessoas de 49 anos. A aplicação dos fármacos contra a covid-19 na capital foi interrompida na terça-feira (22) por falta de doses.

O secretário municipal de saúde, Edson Aparecido, afirmou que também ocorrerá nesta quarta a repescagem para o grupo de 50 a 59 anos. Na quinta-feria (24), a imunização será para pessoas com 48 anos e, na sexta (25) e sábado (26), o grupo com 47 anos receberá o imunizante. 

Últimas