Novo Coronavírus

São Paulo Isolado há 1 semana, Bruno Covas aguarda prazo para sair de casa

Isolado há 1 semana, Bruno Covas aguarda prazo para sair de casa

Com covid-19, prefeito de SP participa de reuniões por videoconferência. Ele está sem febre, dor ou falta de ar e faz tratamento domiciliar

  • São Paulo | Joyce Ribeiro, do R7

Isolado, Covas grava vídeos e posta nas redes sociais

Isolado, Covas grava vídeos e posta nas redes sociais

Reprodução / Arquivo Pessoal

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou na noite desta sexta-feira (19) que aguarda o prazo para deixar o isolamento. Ele foi diagnosticado com covid-19 no sábado (13) e, desde então, está em casa. "Praticamente uma semana isolado dentro de casa. Graças a Deus sem nenhuma febre, dor ou falta de ar", escreveu nas redes sociais.

Após receber o resultado positivo para a covid-19, o prefeito ressaltou que iria trabalhar de casa pelos próximos 10 dias.

Leia mais: Prefeituras de SP gastam mais de R$ 1 bi sem licitação durante pandemia

O prefeito participa de videoconferências com secretários, vereadores e deputados para acompanhar os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus: "Reunião online para verificar como a cidade está reagindo a essa semana de reabertura. De olho no comércio, para não deixar a cidade retroceder para fases anteriores. O trabalho continua", afirmou em vídeo.

Covas ressaltou ainda que está com saudades do filho Tomás e que eles já combinaram de ir a um cinema drive-in após o fim do isolamento.

Veja também: Com mil casos de covid-19, litoral norte de São Paulo reabre praias

Em nome da transparência, o prefeito revelou que usa azitromicina no tratamento da covid-19: "Medicação a gente toma aquela prescrita pelo médico, não se trata de remédio de esquerda ou direita. É lamentável ter que politizar a questão do remédio no país. Isso não contribui em nada".

Covas havia realizado quatro outros exames anteriormente e obteve resultados negativos para a covid-19. Ao saber do diagnóstico positivo, ele enfatizou: "Não há necessidade de me licenciar do cargo de prefeito, vou poder me reunir de forma online, através da internet, vou poder continuar a trabalhar, mas dentro de casa."

Leia ainda: "O vírus escancarou a distorção social que temos em SP", diz Covas

Ver essa foto no Instagram

#sextou

Uma publicação compartilhada por Bruno Covas (@brunocovas) em

Últimas