São Paulo Isolamento social cai para 51% em SP e volta a ficar abaixo da meta 

Isolamento social cai para 51% em SP e volta a ficar abaixo da meta 

Na cidade de São Paulo, índice foi de 53% na segunda-feira (25), segundo dados do Simi. Na capital e no estado, taxa está abaixo dos 55% mínimos

  • São Paulo | Do R7

Taxa considerada ideal, no entanto, é de 70%

Taxa considerada ideal, no entanto, é de 70%

Roberto Casimiro /Fotoarena/Folhapress

A taxa de isolamento social no estado de São Paulo foi de 51% na segunda-feira (25), de acordo com dados do SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo) divulgados nesta terça-feira (26). A taxa fica abaixo dos 55% considerados mínimos para que o sistema de saúde tenha capacidade de atender pacientes com covid-19. Na capital paulista, o número foi um pouco maior: 53%. A taxa considerada ideal, no entanto, é de 70%.

Os índices desta segunda (25) foram menores que no dia anterior. O domingo (24) registrou taxas de 55% de isolamento no estado e 57% na capital.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

As medidas de isolamento social foram implementadas no dia 24 de março no estado para conter a pandemia do novo coronavírus e evitar o colapso do sistema de saúde. Dos 645 municípios paulistas, 507 registram casos de covid-19.

Até o momento, no Estado, foram registrados 83.625 infectados e 73,5% de ocupação dos leitos de UTI, número que sobe para 86,3% na Grande São Paulo.

Leia também: Critérios para flexibilização causam divergência entre Doria e Covas (SP)

Em todo o país, há 374.898 casos e 23.473 mortes, sendo 6.220 somente no estado de São Paulo, epicentro da pandemia no Brasil, de acordo com dados da secretaria estadual da Saúde.

Os registros dos índices de isolamento social são feitos através do Simi (Sistema de Monitoramento Inteligente), que usa dados de localização e rastreamento dos dispositivos móveis da população.

Últimas