Isolamento social em São Paulo cai para 52%

Nos sábados anteriores, 18 de abril, 11 de abril, 4 de abril e 28 de março, os índices registrados foram, respectivamente, de 54%, 55%, 57% e 56%

Na imagem, movimentação no centro de São Paulo neste domingo (26)

Na imagem, movimentação no centro de São Paulo neste domingo (26)

Willian Moreira / Estadão Conteúdo / 26.04.2020

Dados do Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi-SP) do governo paulista divulgados hoje (26) mostram que o percentual de isolamento social no estado foi de 52% neste sábado (25).

Nos sábados anteriores, 18 de abril, 11 de abril, 4 de abril e 28 de março, os índices registrados foram, respectivamente, de 54%, 55%, 57% e 56%.

Leia mais: Brasil tem 4.205 mortes e 61.888 casos confirmados de Covid-19

A informação é baseada em dados de telefonia móvel dos cidadãos, analisados pela Simi. O sistema abrange informações dos celulares de cidadãos de 104 cidades com mais de 70 mil habitantes.

Segundo o governo estadual, a partir do monitoramento é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais, as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com o apoio das prefeituras.

Veja também: Nem cidades 'campeãs' de isolamento cumprem meta em SP

O sistema conta com informações agregadas das operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM sobre o deslocamento das pessoas no estado. Segundo o governo, as informações são "aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário".

Os dados, atualizados diariamente, podem ser consultados por município e estão também disponíveis em gráficos no site do estado sobre a doença.