Operação Lava Jato

São Paulo 'Jamais condenar por antecipação', diz Doria sobre ação contra Serra

'Jamais condenar por antecipação', diz Doria sobre ação contra Serra

Senador foi denunciado pela Lava Jato por lavagem de dinheiro e PF cumpriu mandados de busca e apreensão em sua residência, em São Paulo

  • São Paulo | Do R7

Doria defendeu que Lava Jato investigue os fatos

Doria defendeu que Lava Jato investigue os fatos

Governo do Estado de São Paulo - 03.07.2020

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), declarou apoio à força-tarefa da Lava Jato nesta sexta-feira (3), com a investigação dos fatos, mas disse que não se pode "condenar por antecipação" se referindo à ação contra o senador José Serra (PSDB-SP). 

“Declaro meu apoio à Lava Jato como já fiz quando prefeito e governador. Defendo a ampla e irrestrita investigação dos fatos, mas jamais condenar por antecipação. Apenas depois da decisão da Justiça poderemos nos manifestar plenamente", afirmou em coletiva de imprensa. 

Serra e sua filha, Verônica Serra, foram denunciados pela Lava Jato por lavagem de dinheiro. Nesta manhã, a PF (Polícia Federal) cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados à Serra e Verônica. 

De acordo com a denúncia, o senador teria recebido ao menos R$ 4,5 milhões em propina da empreiteira Odebrecht entre 2006 e 2007. A assessoria de comunicação de Serra afirmou, em nota, que ação é "um movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República".

Últimas