Jovem sofre aborto após ser atingida por fogos de artifício na Grande SP

Vítima foi levada ao Hospital Santa Marcelina, onde segue internada, e apresenta estado de saúde estável e em boas condições clínicas

Caso ocorreu na travessa Sargento João Batista da Silva (Ferraz de Vasconcelos)

Caso ocorreu na travessa Sargento João Batista da Silva (Ferraz de Vasconcelos)

Reprodução Google Maps

Uma mulher, de 22 anos, sofreu um aborto após ser atingida por fogos de artifício na quarta-feira (25), em Ferraz de Vasconcelos, município na Grande São Paulo.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a jovem jantava nos fundos da residência, localizada na travessa Sargento João Batista da Silva, no momento em que fogos foram disparados em direção aos residentes, por volta de 0h30.

Leia mais: Prefeitura de São Paulo proíbe soltar fogos de artifício barulhentos

A família estava reunida para a ceia de Natal quando o rojão caiu, rolou para debaixo da cadeira e, em seguida, explodiu, segundo relato do irmão da vítima. A jovem se feriu gravemente nas mãos, costas, pernas e abdômen. Ela, que estava grávida de dois meses do primeiro filho, perdeu o bebê.

A vítima foi encaminhada ao Hospital Santa Marcelina, onde segue internada. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que seu “estado de saúde é estável e em boas condições clínicas”. “Ela está em observação no local e ainda não há previsão de quando a jovem vai receber alta médica”, finaliza.

Veja também: Mulheres que fizeram aborto relatam medo e desespero

O caso foi registrado como lesão corporal no 1° DP de Ferraz de Vasconcelos, responsável pelas investigações. Também foram solicitados exames periciais junto ao IML (Instituto Médico Legal).