São Paulo Juiz da Comarca de Diadema morre eletrocutado em clube de tênis

Juiz da Comarca de Diadema morre eletrocutado em clube de tênis

Rafael Bragagnolo Takejima recebeu descarga elétrica na Vila Refente Feijó, zona leste de SP, foi socorrido, mas não resistiu

  • São Paulo | Do R7

Juiz do TJ-SP morre eletrocutado em clube de tênis na zona leste da capital

Juiz do TJ-SP morre eletrocutado em clube de tênis na zona leste da capital

Reprodução / TJ-SP

O juiz Rafael Bragagnolo Takejima morreu após receber uma descarga elétrica em um clube de tênis na Vila Refente Feijó, zona leste de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (22).

O acionamento do Corpo de Bombeiros foi às 14h24 para a avenida Vereador Abel Ferreira, número 1.070, onde funciona o Mazzeo Tennis. No local, o juiz foi socorrido e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital da Vila Alpina em estado grave. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Seis viaturas do Corpo de Bombeiros, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o helicóptero Águia 5 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar atenderam a ocorrência.

Histórico

Rafael nasceu em Itu, no interior paulista, se graduou pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, e ingressou na Magistratura em 2009. O juiz atuava na 4ª Vara Cível da Comarca de Diadema, na Grande São Paulo.

Em sua trajetória na Corte paulista, o juiz atuou na 22ª Circunscrição Judiciária - Itapetininga e nas comarcas de Presidente Epitácio (2ª Vara), Itapeva (1ª Vara), Capital (juiz auxiliar), Praia Grande (3ª Vara Cível) e Diadema (4ª Vara Cível).

O Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a morte do juiz e divulgou nota de pesar. "A Corte paulista e a família forense homenageiam o magistrado pelo trabalho desempenhado em prol da Justiça. O Tribunal se solidariza com os familiares, amigos e colegas. A Presidência lamenta a partida do magistrado", escreveu em comunicado.

O corpo será velado nesta sexta-feira (23), das 14h às 16h, no Cemitério Municipal de Itu, onde também será sepultado.

Últimas