Coronavírus

São Paulo Justiça de SP proíbe crianças no Carnaval do Anhembi 

Justiça de SP proíbe crianças no Carnaval do Anhembi 

Portaria vale para desfiles e ensaios do Carnaval de 2022 no Anhembi. Magistrada diz que grupo não estará imunizado a tempo

  • São Paulo | Mariana Rosetti e Letícia Dauer, da Agência Record

Vacinação para crianças dos 5 aos 11 anos começou nesta segunda-feira (17)

Vacinação para crianças dos 5 aos 11 anos começou nesta segunda-feira (17)

Divulgação / SPTuris

A Justiça de São Paulo publicou portaria que proíbe participação de crianças com menos de 12 anos nos desfiles e ensaios de Carnaval no Sambódromo do Anhembi, localizado no distrito de Santana, zona norte de São Paulo.

A portaria, de terça-feira (11), é assinada pela juíza Maria Fátima Pereira da Costa, titular da Vara de Infância e Juventude de Santana. Segundo a magistrada, o grupo não estará imunizado contra a Covid-19 a tempo do desfile, previsto para começar em 25 de fevereiro.

À Record TV, Jairo Roizen, assessor da Liga das Escolas de Samba, informou que a Liga recebeu a portaria também e está conversando com as autoridades sanitárias sobre a decisão.

O documento diz que é proibida a entrada e permanência de crianças menores de 12 anos nos dias de desfile e ensaios, em qualquer espaço do sambódromo, mesmo que elas estejam acompanhadas de pais ou responsáveis.

Já os adolescentes entre 12 e 17 anos poderão participar do evento desde que apresentem passaporte vacinal completo, além de utilizar máscara de proteção.

A portaria ressalta que as agremiações deverão cuidar para que os carros alegóricos, alegorias e fantasias não possuam elementos que ofereçam risco à saúde e integridade dos adolescentes.

Na capital, a vacinação de crianças de 5 a 11 anos começou nesta segunda-feira (17). Crianças com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas, são priorizadas nessa primeira fase de imunização.

Últimas