Caso Roger Abdelmassih
São Paulo Justiça reduz pena de Roger Abdelmassih para 181 anos de prisão

Justiça reduz pena de Roger Abdelmassih para 181 anos de prisão

A sentença original, quando ele foi julgamento em 2010, era 278 anos

Justiça reduz pena de Roger Abdelmassih para 181 anos de prisão

O ex-medico Roger Abdelmassih havia sido condenado a 278 anos

O ex-medico Roger Abdelmassih havia sido condenado a 278 anos

Reprodução

A 6ª Câmara Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) decidiu nesta quinta-feira (16) reduzir a pena do ex-médico Roger Abdelmassih — condenado por 56 estupros cometidos contra pacientes, entre 1995 e 2008 — para 181 anos, 11 meses e 12 dias de reclusão. A sentença original, quando ele foi julgamento em 2010, era 278 anos.

O TJ-SP decidiu também que a pena integral será a base de cálculo para qualquer benefício de execução e a suspensão dos direitos políticos do réu após o trânsito em julgado. O julgamento foi feito por uma câmara criminal, com participação de três desembargadores.

No início de outubro, um grupo de vítimas do ex-médico entregou abaixo-assinado ao TJ-SP, com 62 mil assinaturas, pedindo a manutenção da condenação.

Leia mais notícias de São Paulo

Após ser xingada, vítima de Abdelmassih quer processá-lo: "Eu paguei para ser estuprada"

"Santo ele pode não ser", diz mulher de Roger Abdelmassih em entrevista a jornal