São Paulo Mãe é presa após PM encontrar criança amarrada em barril

Mãe é presa após PM encontrar criança amarrada em barril

Criança de três anos deve ser mandado para um abrigo da Prefeitura de São Paulo após sofrer maus-tratos na zona leste de SP

Mãe é presa por maus-tratos com criança em SP

Mãe é presa por maus-tratos com criança em SP

Reprodução/Record TV

Uma criança de três anos foi encontrada por policiais militares, no final da tarde desta quinta-feira (25), amarrada dentro de um barril no Parque Santa Amélia, na zona leste de São Paulo.

De acordo com o conselheiro tutelar Antônio Carlos Cazuza, que atua na região de Itaim Paulista, a criança estava vivendo dentro do tambor. Ele afirma ter recebido um vídeo do local, que mostrava os maus-tratos, e o conselho tutelar imediatamente acionou a Polícia Militar, que foi com duas viaturas e constatou o flagrante.

Além dos policiais militares, três conselheiros foram até o local. A criança estava no andar de cima de uma casa, sem roupas e amarrada. Ela foi vestida pelos policiais e levada para o 67º DP. É uma criança que não se mexe. Não chora.

De acordo com Cazuza, a criança tem deficiência e estava desnutrida. Na chegada dos policiais militares, a mãe ficou assustada e não teve nenhum tipo de reação. "A gente nota que ela tem alguma deficiência mental. Uma tia seria responsável por forçá-la a fazer", afirma o conselheiro.

A polícia prendeu a mãe da criança, que estava no local quando a PM chegou. Além dela, a Polícia Civil investiga a tia da vítima, que seria a reponsável por cuidar dela.

A criança estava nua, foi vestida pelos policiais e levada para o 67º DP (Jardim Robru), que deve investigar o caso. Será feito exame de corpo de delito e a criança será levada para um abrigo da Prefeitura de São Paulo. A Vara da Infância e Juventude acompanhará o caso.

Últimas