Coronavírus

São Paulo Mais de 50 estabelecimentos são fiscalizados em Campos do Jordão

Mais de 50 estabelecimentos são fiscalizados em Campos do Jordão

Cidade do interior de São Paulo registrou aglomeração durante feriado prolongado e instalou grades nos acessos ao boulevard

  • São Paulo | Do R7

Mais de 50 estabelecimentos são fiscalizados em Campos do Jordão após aglomeração

Mais de 50 estabelecimentos são fiscalizados em Campos do Jordão após aglomeração

Reprodução / Twitter

Equipes da Vigilância Sanitária Estadual e Municipal realizaram uma ação conjunta na madrugada deste sábado (5), em Campos do Jordão, no interior de São Paulo, depois de a cidade registrar aglomerações no feriado. Foram inspecionados 51 estabelecimentos, sendo que um deles foi autuado por descumprir as regras do Plano São Paulo contra a covid-19.

As forças policiais apoiaram ações do município e, durante a madrugada, impediu a realização de seis festas clandestinas. Os organizadores foram identificados e autuados de acordo com a legislação municipal.

A prefeitura instalou gradis no acesso ao boulevard Pedro Augusto Padovan Paulo, no centro do bairro de Capivari, com objetivo de restringir o acesso das pessoas e assim evitar aglomeração. Alto-falantes reforçam as orientações de prevenção à transmissão do coronavírus aos turistas. 

Outras ações

A força-tarefa também participou de inspeções na capital paulista. No total, 25 estabelecimentos foram inspecionados. Seis deles foram autuados por descumprimento de horário de funcionamento e aglomeração. As ações aconteceram nos bairros do Belenzinho, Interlagos, centro, Itaim Bibi, Vila Madalena e Ipiranga.

O Comitê de Blitze tem o objetivo de reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas da fase emergencial e evitar a propagação do coronavírus. Participam das ações agentes da Guarda Civil Metropolitana, da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo, Vigilância Sanitária Estadual, Procon e das polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br. Outra opção é o envio de e-mail para secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

Últimas