Coronavírus

São Paulo Manifestantes protestam contra restrições perto da casa de Doria

Manifestantes protestam contra restrições perto da casa de Doria

Policiamento no entorno da residência do governador foi reforçado. Protesto ocorre de forma pacífica, segundo a PM

  • São Paulo | Guilherme Alves, da Agência Record

Bloqueio foi montado a 200m da casa do governador

Bloqueio foi montado a 200m da casa do governador

Reprodução

Um grupo de manifestantes se reúne próximo à casa do governador João Doria, no Jardim Europa, na zona oeste de São Paulo, desde as 14h30 deste domingo (7).

Segundo a Polícia Militar, o protesto acontece na rua Suíça, na altura do cruzamento com a rua Turquia, onde há um bloqueio, a cerca de 200 metros da casa do governador.

Os manifestantes protestam contra as medidas de restrição impostas pelo Plano São Paulo e pedem a saída de Doria do cargo. Desde a 0h de sábado, está em vigor por 14 dias, em todo o estado, a fase vermelha do plano, que permite apenas o funcionamento de atividades presenciais."Queremos trabalhar", dizem os manifestantes. De acordo com a PM, o ato ocorre de forma pacífica. 

Nas redes sociais, o governador se manifestou sobre o protesto. "Tentam me intimidar com novas ameaças contra mim e minha família. Agora ameaçam minha casa e nossa família. Além de pedir apoio policial e tomar medidas legais, quero registrar meu repúdio a este comportamento. Onde vai parar o Brasil com tanta conflagração?", declarou Doria. 

Manifestantes protestam em frente a bloqueio montado próximo à casa do governador João Doria

Manifestantes protestam em frente a bloqueio montado próximo à casa do governador João Doria

Reprodução

No sábado, o governador desmentiu um vídeo que circulava em aplicativos de mensagens e que supostamente mostrava seu filho dando uma festa dentro de casa. No vídeo, uma mulher mostra a casa do governador e é possível ouvir a música alta do imóvel.

Em uma postagem das 16h08, o governador afirma que trata-se de uma notícia falsa. "Inacreditável! Mais uma Fake News circulando", afirmou. A publicação informa que a casa exibida no vídeo não é do filho do governador, que havia três pessoas no local cantando em um karaokê e que, ao serem abordadas, diminuíram o som para não incomodar os vizinhos.

Últimas