São Paulo Matsunaga e Jatobá devem voltar ao presídio nesta terça-feira (5)

Matsunaga e Jatobá devem voltar ao presídio nesta terça-feira (5)

Beneficiadas com a saída temporária de 15 dias, detentas devem retornar até às 17h e deverão passar por quarentena

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Anna Jatobá e Elize Matsunaga devem voltar ao presídio nesta terça

Anna Jatobá e Elize Matsunaga devem voltar ao presídio nesta terça

Reprodução/Record TV

As detentas Elize Matsunaga e Anna Jatobá devem voltar ao presídio de Tremembé, no Estado de São Paulo, nesta terça-feira (5). Elas foram beneficiadas com a saída temporária da penitenciária pelo período de 15 dias. O retorno delas ao presídio deve ocorrer até às 17h.

Richthofen, Matsunaga e Jatobá deixaram Tremembé dia 22 de dezembro e tem até 17h desta terça-feira para retornar. Esta foi a a única saída de 2020. O direito chegou a ser questionado pelo Ministério Público, mas a Justiça entendeu que não seria um risco às detetnas já que a penitenciária teria conseguido cumprir as medidas de isolamento em decorrência da pandemia d coronavírus.

Ao chegarem, elas terão de cumprir uma quarentena dentro do presídio. A orienteção é de elas cumpram os 14 dias de isolamento para que não haja a proliferação do vírus casos estejam contaminadas. A penitenciária de Tremembé tem cerca de 400 detentos que cumprem o regime fechado e o semi-aberto. As detentas semi-aberto têm direito à saída temporária nesse período.

Visitas em presídios na pandemia

Após mais de sete meses de suspensão devido a pandemia do novo coronavírus, as visitas presenciais nos presídios de São Paulo devem voltar gradualmente a partir do próximo sábado (7) e domingo (8), conforme informa a SAP-SP (Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo).

Segundo a pasta, a retomada não acontece em todos presídios paulistas porque ainda existem ações judiciais que impede a volta em alguns municípios. As unidades prisionais que não retomarem a visita nesta semana, devem continuar com as visitas virtuais.

Para voltar com as visitas, a SAP-SP afirma que os familiares devem seguir uma série de medidas para evitar aglomeração e conter a disseminação do coronavírus entre a população carcerária, funcionários e os próprios visitantes.

Últimas