Coronavírus

São Paulo Médico Anthony Wong morreu de covid e dado foi omitido, diz revista 

Médico Anthony Wong morreu de covid e dado foi omitido, diz revista 

Ele teria sido tratado com 'kit covid' com o conhecimento do corpo clínico do hospital da Prevent Senior; empresa nega as denúncias

  • São Paulo | Do R7

Médico negacionista teria morrido de covid-19 e causa ocultada, diz revista

Médico negacionista teria morrido de covid-19 e causa ocultada, diz revista

Reprodução/Record TV

O famoso médico pediatra e toxicologista Anthony Wong teria morrido por consequências da covid-19 e não por uma hemorrogia comum como foi divulgado por familiares. A informação foi publicada pela revista Piauí, que teve ao conteúdo do prontuário médico de mais de 2.000 páginas, no qual se descreve todo o tratamento até sua morte. 

Wong morreu no dia 15 de janeiro, aos 73 anos, no hospital Sancta Maggiore do Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo, que pertence à rede Prevent Senior. A empresa diz que as denúncias apresentadas na reportagem são infundadas.

Na época, a família divulgou que o doutor Wong havia sido hospitalizado com queda de pressão e mal-estar. Internado, recebeu o diagnóstico de úlcera gástrica e hemorragia digestiva. Na sequência, Wong teria tido fortes alterações no ritmo cardíaco e depois sofreu uma parada cardiorrespiratória fatal.

No entanto, nem a nota da família nem o atestado de óbito citam que o médico foi internado com sintomas de covid-19.

Wong era famoso redes sociais bolsonaristas em razão do seu negacionismo. Em diversos vídeos publicados na internet, o médico desprezava a pandemia e a vacinação. 

Internação e tratamento

A reportagem afirma ainda que 123 profissionais de saúde do corpo clínico do hospital tinham conhecimento que Wong deu entrada em uma das unidades com sintomas de covid-19 havia oito dias. Nos porntuários, também há registros sobre automedicação com hidroxicloroquina e um exame de PCR positivo para Sars-CoV-2 feito no próprio hospital. 

No dia da internação, os porntuários descrevem que Wong autorizou ser medicado com o “kit Covid” da Prevent Senior, composto de hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina.

Outro lado

Sobre a morte do Dr. Anthony Wong, em nota, a Prevent Senior diz que não comenta dados de pacientes. O hospital também nega e repudia o que chamou de "denúncias sistemáticas e mentirosas levadas anonimamente à CPI da Covid e à imprensa." 

Por isso, a empresa diz que pediu nesta segunda-feira (20) que a Procuradoria Geral da República investigue as denúncias infundadas e anônimas levadas à CPI por um suposto grupo de médicos. "Estranhamente, antes de as acusações serem levadas à comissão do Senado, uma advogada que representa esse grupo de médicos insinuou que as denúncias não seriam encaminhadas à CPI se um acordo fosse celebrado. Devido à estranheza da abordagem, a Prevent Senior tomará todas as medidas judiciais cabíveis para esclarecer os fatos e reparar os danos a sua imagem", finaliza a nota.

Últimas