Novo Coronavírus

São Paulo Médico denuncia som alto ao lado de UPA com pacientes de covid-19

Médico denuncia som alto ao lado de UPA com pacientes de covid-19

Nelson Müzel, que trabalha na UPA Itaquera, afirmou que não dá nem para ouvir os pacientes e que não conseguiu ajuda da PM

  • São Paulo | Do R7

Nelson Müzel denuncia festa ao lado da UPA Itaquera

Nelson Müzel denuncia festa ao lado da UPA Itaquera

Instagram/Reprodução 28.03.2021

O médico Nelson Müzel, que trabalha na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, denunciou com um vídeo no Instagram uma festa com som alto que acontecia nas proximidades na noite de sábado (27) e que causava grande transtorno aos pacientes e às equipes médicas.

A UPA tem 73 pacientes internados com covid-19, incluindo alguns casos graves. Em razão do som alto, é difícil inclusive ouvir o que os pacientes dizem. “A gente não consegue falar com os pacientes no quarto, porque o barulho é tão grande ali dentro que a gente não consegue se ouvir e nem ouvir o que o paciente está falando”, afirmou.

O desabafo viralizou nas redes sociais. Müzel cobrou uma ação do governador João Doria (PSDB), afirmando que havia telefonado diversas vezes para a Polícia Militar, sem conseguir ser atendido. “Prefeito Bruno Covas, governador João Doria, vem aqui trabalhar no nosso lugar. Vem aqui, ó. Vê se dá para trabalhar desse jeito? Não tem condição”, afirmou.

O médico afirmou que a realização da festa é uma baixaria e relatou que os participantes poderão ser os próximos a se internarem com covid-19, em razão do risco trazido pelas algomerações. Disse ainda que os médicos trabalham em condições insalubres, arriscando-se, e  e que a realização do evento é uma falta de respeito com eles e com os pacientes. 

"A gente exige respeito", disse. "Vocês estão sendo omissos não só com o profissional de saúde, como com os pacientes", afirmou.

Últimas