São Paulo Médico é afastado do Hospital HCor após denúncias de assédio sexual

Médico é afastado do Hospital HCor após denúncias de assédio sexual

Hospital afirmou, em nota, que decisão ocorreu de forma conjunta com Nabil Ghorayeb. Polícia investiga o caso em sigilo

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Caso está sob sigilo, informou o MP-SP

Caso está sob sigilo, informou o MP-SP

Reprodução/Instagram

O médico cardiologista Nabil Ghorayeb foi afastado do Hospital HCor, de São Paulo (SP), após denúncias de assédio sexual.

Três mulheres procuraram o Ministério Público de São Paulo e a Polícia Civil, relatando terem sido vítimas de importunação sexual.

Segundo a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), o caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher e é investigado em sigilo.

Em nota, o HCor disse que o hospital e o médico "definiram, de forma conjunta, formalizar o seu afastamento temporário das atividades no hospital até a apuração dos fatos".

O Ministério Público de São Paulo se limitou a informar que "o caso está sob sigilo".

Em nota, a SSP-SP afirmou que "as partes foram ouvidas e a autoridade policial aguarda o resultado de um exame pericial, que está em andamento. A investigação prossegue em sigilo".

Veja a nota completa do HCor:

HCor e o médico Nabil Ghorayeb definiram, de forma conjunta, formalizar o seu afastamento temporário das atividades no hospital até a apuração dos fatos.

Conforme noticiado, as denúncias - que não ocorreram nas dependências do HCor - já estão sendo devidamente apuradas pelas autoridades competentes. Não há na Ouvidoria do hospital manifestações, referentes a assédio, praticados pelo médico na instituição.

O HCor repudia veementemente qualquer tipo de conduta ilícita e não tolera comportamentos abusivos ou antiéticos, nos termos dos Códigos de Ética profissionais e da Legislação vigente em nosso país.

Além disso, a instituição conta com código de conduta com regras que se aplicam a todos os seus colaboradores, prestadores de serviços e corpo clínico.

Por fim, cumpre informar que o HCor também possui canal de denúncias aberto para público interno e externo, cuja gestão é realizada por instituição terceira e independente.

Últimas