Novo Coronavírus

São Paulo Melhora estado de saúde do pai do 1º morto em fila de UTI em SP

Melhora estado de saúde do pai do 1º morto em fila de UTI em SP

Valmírio Cardoso, de 49 anos,viu o filho de 22 anos, Renan Ribeiro Cardoso morrer à espera de atendimento adequado

Homem aguarda vaga na UTI 11 dias após perder filho

Homem aguarda vaga na UTI 11 dias após perder filho

Arquivo pessoal

Pai do jovem Renan Ribeiro Cardoso, aos 22 anos, o primeiro paciente a morrer de covid-19 à espera de um leito de UTI na capital paulista, Valmírio Cardoso, de 49 anos, apresentou melhora em seu estado de saúde nesta quinta-feira (25). Ele está internado com covid-19, no Hospital Geral de Guaianases, na zona leste de São Paulo, desde a tarde tarde de quarta-feira (23), segundo o sobrinho, Paulo Henrique Marques Lobato.

O último boletim de Valmírio saiu por volta das 17h desta quinta-descartou a necessidade de internação em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por conta da evolução no estado de saúde. "Ele não tá tossindo, tá respirando bem, saturação tá boa", contou Paulo Henrique ao R7. "[O médico disse que] Ele fez tomografia, fez exames e que a família não se preocupasse não, de ontem pra hoje ele teve uma pequena melhora".

Antes de ser transferido ao Hospital Geral de Guaianases, Valmírio passou cerca de 24 horas em uma cadeira no Hospital Tiradentes, recebendo oxigênio. Na unidade, não havia leitos de UTI e a enfermaria enfermaria estava lotada.

Últimas