Menina de 11 anos morre após ser castigada com jejum no litoral de SP

Mãe e padrasto foram presos. Segundo polícia, eles mantinham a garota e o irmão em cárcere privado há 5 meses no apartamento em Ubatuba

Criança deu entrada na Santa Casa, no última quarta-feira (24), mas não resistiu

Criança deu entrada na Santa Casa, no última quarta-feira (24), mas não resistiu

Reprodução Google Street View

Uma menina de 11 anos morreu depois ser castigada com jejum e sofrer desnutrição severa em Ubatuba, no litoral de São Paulo. Os pais da criança foram presos em seu apartamento, no bairro de Umuarama. 

Leia também: Ex-judoca olímpico morre após desentendimento com amigo PM

Segundo a polícia, o casal também mantinha o irmão da vítima, de 8 anos, em cárcere privado há cerca de cinco meses. A criança deu entrada na Santa Casa, no última quarta-feira (24), mas não resistiu e faleceu na undiade de saúde. 

A mãe, de 26 anos, e o padrasto, de 47, registraram um boletim de ocorrência na da delegacia local e relataram os supostos motivos do falecimento da menina. No entanto, a investigação da polícia em conjunto com o IML (Instituto Médico Legal) apontou que a vítima veio a óbito por inanição.

Após o laudo, o padrasto e mãe foram conduzidos novamente para depoimento. De acordo com a polícia, a mãe confessou que obrigava a vítima a jejuar como forma de punição e que nesse último castigo a menina estaria há três dias sem comer por ter mentido.

O casal foi preso em flagrante pelos crimes de tortura seguida de morte, sequestro e cárcere privado e abandono intelectual. O irmão da vítima foi encaminhado para um abrigo da cidade e está sob os cuidados do Conselho Tutelar.