São Paulo Mercedes-Benz encerra produção de carros no interior de São Paulo

Mercedes-Benz encerra produção de carros no interior de São Paulo

Montadora informou que estuda no momento solução para o destino da unidade e seus 370 funcionários, que não serão demitidos imediatamente

Agência Estado
Decisão é atribuída à situação do mercado brasileiro, entre outros motivos

Decisão é atribuída à situação do mercado brasileiro, entre outros motivos

Mauricio Bento/Brazil Photo Press/Folhapress - 09.10.2017

A Mercedes-Benz anunciou nesta quinta-feira (17) que decidiu encerrar a produção de automóveis de luxo na fábrica de Iracemápolis, no interior de São Paulo. A decisão é atribuída pela montadora, entre outros motivos, à situação do mercado brasileiro.

Ao comunicar o fim da produção da fábrica, inaugurada oficialmente em março de 2016, a Mercedes informou que estuda no momento a melhor solução para o destino da unidade e seus 370 funcionários, que não serão demitidos imediatamente. Uma das possibilidades é a abertura de um programa de demissões voluntárias.

"A situação econômica no Brasil tem sido difícil por muitos anos e se agravou devido à pandemia da covid-19, causando uma queda significativa nas vendas de automóveis premium", explica, em nota encaminhada à imprensa, Jörg Burzer, membro do conselho de administração da Mercedes-Benz AG.

"Nosso primeiro objetivo agora é encontrar uma solução sustentável para os colaboradores dessa unidade, que contribuíram de forma decisiva para o sucesso da Mercedes-Benz no Brasil com seu comprometimento e expertise nos últimos anos", acrescentou.

Veja também: Um quarto das riquezas brasileiras está concentrada em oito cidades

O grupo vai manter a produção nas fábricas de São Bernardo do Campo (SP), onde monta caminhões e ônibus, e Juiz de Fora (MG), onde fabrica cabines de caminhões.

Em Iracemápolis, eram produzidos os modelos Classe C (sedã) e GLA (utilitário esportivo).

O fechamento da fábrica deve acontecer até o fim deste mês. Os cerca de 50 concessionários de automóveis de luxo da marca vão continuar oferecendo os veículos importados da Mercedes.

Últimas