Morre primeiro bombeiro vítima de novo coronavírus em São Paulo

Primeiro sargento Benedito Amâncio Nascimento, de 51 anos, sofreu parada respiratória na madrugada deste domingo (12). 

Sargento Amâncio, de 51 anos, é 1º bombeiro vítima de covid-19 em SP

Sargento Amâncio, de 51 anos, é 1º bombeiro vítima de covid-19 em SP

Divulgação

Morreu o primeiro bombeiro vítima do novo coronavírus no estado de São Paulo neste domingo (12), de acordo com a Polícia Militar. O primeiro sargento Benedito Amâncio Nascimento, de 51 anos, estava internado no Hospital da Polícia Militar e sofreu uma parada respiratória nesta madrugada.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Amâncio era casado, tinha dois filhos e servia como bombeiros há 28 anos no 2° grupamento de bombeiros de Campos Elíseos, no centro da capital paulista.  "Os nossos profundos sentimentos aos familiares e todos os seus amigos, estamos em luto, perdemos um herói", declarou a PM. 

Leia também: Brasil tem 1.223 mortes e 22.169 casos confirmados de covid-19

Neste sábado (11), morreu o sargento da Cleber Alves da Silva, de 44 anos, por complicações causadas pela covid-19. Ele estava internado no Hospital da Polícia Militar desde o dia 30 de março e sofeu parada cardiorrespiratória após 13 dias de internação.

A primeira morte de um agente pelo novo coronavírus foi registrada no dia 30 de março. A  sargento Magali Garcia, de 46 anos, trabalhava no Copom (Centro de Operações da PM) e estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital da Polícia Militar.