Novo Coronavírus

São Paulo Morre segundo policial militar por coronavírus em São Paulo

Morre segundo policial militar por coronavírus em São Paulo

Sargento Cleber Alves da Silva, de 44 anos, foi a terceira vítima da covid-19. Ele ficou internado no Hospital da PM por 13 dias e teve parada respiratória 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Sargento ficou 13 dias internado no hospital da PM, mas não resistiu

Sargento ficou 13 dias internado no hospital da PM, mas não resistiu

Reprodução / Record TV

O sargento da Polícia Militar, Cleber Alves da Silva, de 44 anos, foi mais uma vítima da covid-19. Ele estava internado no Hospital da Polícia Militar desde o dia 30 de março com covid-19 e morreu no fim de semana ao sofrer uma parada cardiorrespiratória. Já são três mortes de agentes da PM pelo novo coronavírus: dois policiais e um bombeiro. As informações são da Record TV.

Leia mais: Morre primeiro bombeiro vítima de novo coronavírus em São Paulo

O policial Cleber era casado e deixa três filhos. O sargento trabalhava na PM há 20 anos e atuava no Copom (Comando de Operações da Polícia Militar), na região central de São Paulo. No mesmo local, trabalhava a sargento Magali Garcia, de 46 anos, primeira vítima da covid-19 na corporação. Foram 12 dias entre as duas mortes.

Em uma postagem nas redes sociais, a PM lamentou a morte do sargento e informou que "ele foi vítima de uma doença grave que está assolando o planeta e que lutou de forma valente por 13 dias". No fim, uma mensagem ao policial: "Descanse em paz, companheiro".

Veja também: São Paulo registra primeira morte em hospital de campanha

A corporação destacou ainda que segue as orientações de prevenção do Comitê de Contingenciamento do novo coronavírus e divulgou um vídeo com as recomendações após a realização de abordagens. A PM garantiu também que, sempre que há suspeitas de covid-19, os policiais são afastados da função.

Últimas