São Paulo Mortos em suposto assalto não tinham passagem, dizem mães

Mortos em suposto assalto não tinham passagem, dizem mães

Familiares afirmam que dupla, que foi atropelada por homem que alega que estaria reagindo a um roubo, trabalhava com entregas

  • São Paulo | Laura Lourenço, da Agência Record

Atropelamento aconteceu na avenida Cupecê, na zona sul de São Paulo

Atropelamento aconteceu na avenida Cupecê, na zona sul de São Paulo

Google Street View - 19.09.2021

Os dois jovens que morreram após serem atropelados por um homem que dizia estar se defendendo de uma tentativa de assalto, na zona sul de São Paulo, na madrugada deste domingo (19), não tinham passagem pela polícia e trabalhavam com entrega de comida, de acordo com familiares.

Sidney Sérgio Pedro de Carvalho, de 22 anos, e Luiz Eduardo Caetano, de 20 anos, chegaram a ser socorridos após o atropelamento, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

O motorista alega que estava reagindo a uma tentativa de assalto, e por isso atropelou a moto com os dois jovens em cima. A ação aconteceu na na avenida Cupecê com a avenida Santo Afonso, na Cidade Ademar, por volta de 1h20 deste domingo (19).

A família das vítimas do atropelamento não acredita na versão relatada pelo motorista. No local dos fatos, também não foi localizada nenhuma arma e a moto das vítimas está registrada no nome da mãe de um deles. A motocicleta e o carro passaram por perícia e foram levados à delegacia.

Últimas