Novo Coronavírus

São Paulo Motoristas e cobradores ameaçam parar por 24h em SP nesta terça(20)

Motoristas e cobradores ameaçam parar por 24h em SP nesta terça(20)

Categoria reivindica inclusão no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19. Sindicato se reúne com governador nesta noite

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Ônibus no terminal Parque Dom Pedro, em São Paulo (SP)

Ônibus no terminal Parque Dom Pedro, em São Paulo (SP)

Danilo Verpa / Folhapress - 24.03.2021


O Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo) anunciou nesta segunda-feira (19) que fará uma paralisação de 24 horas na terça-feira (20), mobilizando 100% da frota do sistema de transporte rodoviário da capital e de outras cidades do estado. A categoria reivindica a inclusão no grupo prioritário de vacinação. 

"Os governantes têm agido como verdadeiros genocidas, colocando motoristas, cobradores e toda a sociedade em risco, uma vez que não há nenhuma fiscalização sobre as condições dos veículos que trafegam superlotados diariamente", afirmou o deputado federal e presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa. Noventa será recebido pelo governador João Doria  às 19h para negociar sobre a greve.

A categoria também marcou uma carreata para esta terça, com concentração às 8h em frente ao Masp, seguindo em protesto até à Prefeitura.

Metrô e CPTM

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (19) que pretende vacinar cerca de 2.800 operadores e condutores de trens, de todas as idades, do Metrô e da CPTM. O grupo se tornou prioritário para a Secretaria de Transportes Metropolitanos pela dificuldade de serem repostos. O calendário para a categoria ainda não foi divulgado.

Até agora, houve cerca de 200 afastamentos dessa categoria desde o início da pandemia. Cada afastamento, segundo a Secretaria de Saúde, impacta cerca de 900 viagens por dia nos 23 municípios atendidos pelo transporte sobre trilhos na Grande São Paulo.

Por conta do anúncio, os metroviários, que ameaçaram entrear em greve nesta terça, devem suspender a paralisação. Uma assembleia acontece entre as 19h e as 21h desta noite.

Últimas